OUTROS TRATAMENTOS
  REABILITAÇÃO VESTIBULAR

O sistema ou aparelho vestibular é o conjunto de órgãos do ouvido interno responsáveis pela manutenção do equilíbrio.

É formado por três canais semicirculares que se juntam numa região central chamado vestíbulo. Ao vestíbulo encontra-se igualmente ligada a cóclea que é a sede do sentido da audição. O conjunto destas duas estruturas chama-se labirinto, devido à complexidade da sua forma tubular.



As funções do sistema vestibular são: estabilização da imagem na retina, ajuste postural e orientação gravitacional. Para que isto seja realizado, é necessária a informação sobre a posição e movimento da cabeça, o que é feito pelo labirinto.

Quando o sistema coclear (auditivo) e vestibular apresentam algum problema, individualmente ou em conjunto, surgem como sintomas principais a tontura e/ou vertigem, com ou sem sintomas neuro-vegetativos. Esses distúrbios são conhecidos popularmente como "labirintite", mas o nome correto que se dá a eles é "labirintopatias", que significam doenças do labirinto, ou ainda vestibulopatias (quando ocorrem individualmente no sistema vestibular).



O sintoma principal das alterações do sistema vestibular é a tontura, sendo o mais comum a instabilidade seguida de vertigem. Outros sintomas, direta ou indiretamente relacionados são: cefaléia (dor de cabeça), escurecimento da visão, nistagmo (oscilações repetidas e involuntárias rítmicas de um ou ambos os olhos), distúrbios de sono, zumbido, perda auditiva entre outros.

A reabilitação vestibular (RV) procura restabelecer o equilíbrio por meio de estimulação e aceleração dos mecanismos naturais de compensação, induzindo o paciente a realizar o mais perfeitamente possível os movimentos que estava acostumado a fazer antes de surgir a tontura. A escolha dos exercícios depende basicamente da configuração do quadro clínico das vestibulopatias periféricas e centrais na fase aguda e na fase crônica.


VEJA TAMBÉM
   Fisioterapia Traumato-Ortopédica e Desportiva
   Acupuntura
   RPG
   Estabilização Segmentar
   Bandagem Elástica Terapêutica
© JAIME SOARES